Espécie ameaçada é encontrada em Jaguariaíva-PR

June 28, 2018

     É com muita alegria que anunciamos a descoberta de uma área em nosso município que abriga uma boa população de Barbudinhos (Phylloscartes eximius).

 

     O barbudinho é uma espécie endêmica da Mata Atlântica, ou seja, só existe nesse bioma, e está ameaçado de extinção em alguns estados brasileiros, inclusive o Paraná.

     Trata-se de um pássaro pequeno, atingindo no máximo 12cm, e alimenta-se de insetos que ele captura no ar, desviando dos galhos. Seus hábitos são pouco conhecidos pelos cientistas, mas um estudo recente demonstrou que ele prefere ambientes de matas com riachos e lagos. A descrição dos ambientes preferenciais da espécie bate com o local onde esta população foi encontrada em nosso município. Um estudo mais detalhado do local apontará quais outras espécies vivem ali e participam dos mesmos grupos mistos.

 

 Encontrar este animal em nosso município demonstra a importância de preservar os fragmentos remanescentes de floresta, pois eles são considerados de ocorrência pontual, ou seja, não tendem a se espalhar pela região, escolhem um ponto da floresta e adotam um pequeno raio de ação onde alimentam-se e reproduzem-se.

Outra questão importante é que esta espécie é de interesse para aqueles que tem como hobby ou até mesmo profissão a observação de aves. A ocorrência desta espécie aqui pode ser fator importante de incremento turístico, além é claro de indicar a qualidade da florestal.

Sua principal ameaça é o desmatamento, e a descaracterização das áreas onde vivem, como por exemplo o corte seletivo de árvores e a destruição dos sub-bosques pela ação do gado solto em ambientes florestais, pratica ilegal, porém ainda muito comum.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

O que há depois da sua janela? #FiqueEmCasa

June 17, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes

October 1, 2019

April 15, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

© 2018 por Harisson Luiz.